Antes de se matar com um tiro na cabeça, o assassino Otávio Rodrigo Dias da Silva, de 36 anos, enviou uma suposta mensagem via WhatsApp para amigos confessando ter matado a própria esposa Fernanda Delarice no dia 30 de março no Parque Bandeirantes em Ribeirão Preto.

Na suposta mensagem, o criminoso confessa ter matado a esposa, e cita que teve o auxílio de um amigo para dirigir o carro até o canavial em Jardinópolis, onde ele ateou fogo no corpo de Fernanda junto a pneus. Trechos da carta – “Só quero que vcs não lembre desse monstro que se foi e sim da pessoa que sempre fui. Não vou ficar aqui fazendo de bonzinho o que eu nunca fui, somente nunca tive reconhecimento, carinho e amor de ninguém. POR FIM, quero minhas considerações finais, primeiro ao “suspeito”, que somente dirigiu o carro até a estrada, quem matou e pôs fogo em Fernanda Delarice foi somente eu Otávio Rodrigo dias da Silva. Rodrigo finalizou a carta marcando 17 amigos, e disse, quem eu não lembrei não é importante para mim então não chore por mim”.

Deixe uma resposta