O foragido da justiça Otávio Rodrigo Dias da Silva, de 36 anos, foi encontrado morto com tiro na cabeça na manhã deste domingo (13), no Grande Hotel na rua Bartolomeu de Gusmão na Vila Tibério na zona Oeste de Ribeirão Preto. O acusado é o principal suspeito de matar a própria esposa a facadas no Parque Bandeirantes em Ribeirão Preto no dia 30 de março.

Segundo informações da PM, o assassino estava hospedado no hotel desde há última quarta-feira (9), com um documento falso em nome de Allan Borges. De acordo com uma funcionária do local que não quis ser identificada, Otávio, saia do hotel todos os dias bem cedo e retornava ao entardecer. Dizia estar esperando resolver alguma coisa em Ribeirão Preto, para ir embora.

A funcionária disse que ele foi visto pela última vez na manhã deste sábado (13). Desconfiados pela demora do hóspede descer, o gerente do estabelecimento usou a chave reserva e encontrou ele deitado de costa na cama com um tiro na cabeça. De acordo com a PM, o quarto estava trancado por dentro, e a arma usada foi encontrada em cima do peito do assassino. Pelas circunstâncias dos fatos a PM acredita em suicídio.

Peritos do Instituto Criminalísticas periciou o quarto e apreenderam a pistola .45 usada pelo homem. O setor de homicídios da DIG (Delegacia de Investigações Gerais), investiga o caso.

Deixe uma resposta