A Polícia Federal deflagrou na data de hoje, 17, em Ribeirão Preto, a Operação Non Subditos para reprimir esquema de importação e comercialização ilegal de produtos de origem estrangeira pela internet.

Vinte policiais federais, acompanhados de cinco auditores da Receita Federal, deram cumprimento a cinco mandados de busca e apreensão expedidos pela 2ª Vara Federal de Ribeirão Preto, nos endereços da empresa envolvida e de seus sócios.

As investigações tiveram início em julho de 2017, após a prisão em flagrante de duas pessoas que transportavam mercadorias oriundas do Paraguai e que teriam como destino a empresa investigada.

Segundo o apurado pela Polícia Federal, os dois presos, após a obtenção da liberdade provisória mediante o pagamento de fiança, continuaram a praticar os mesmos crimes, destinando os produtos de origem ilícita ao comércio por meio de endereço eletrônico na internet.

Mesmo após doze autuações pelo prática de descaminho nos últimos anos, inclusive nos Estados do Mato Grosso do Sul e Paraná, sempre com a apreensão de mercadorias dos investigados, eles insistiram na prática ilegal, sendo esta a razão do nome da operação (em latim, desobedientes).

Aos órgãos de imprensa será concedida entrevista coletiva às 10 horas, na sede da Delegacia de Polícia Federal em Ribeirão Preto.

Deixe uma resposta